.

  • Aumentar tamanho da fonte
  • Tamanho da fonte padrão
  • Diminuir tamanho da fonte
Principal Notícias Vacina poderá evitar a expansão da toxoplasmose

Vacina poderá evitar a expansão da toxoplasmose

E-mail Imprimir PDF

O RS deve ser o primeiro Estado a experimentar a vacina desenvolvida com a participação do oftalmologista gaúcho Claudio Silveira Um estudo realizado por pesquisadores do Brasil, Dinamarca, Holanda e Itália pode dar esperanças para aquelas pessoas expostas ao risco da toxoplasmose. O trabalho, que tem a participação do oftalmologista gaúcho Cláudio Silveira, de Erechim, procura determinar parâmetros para utilização de vacina contra o Toxoplasma Gondii em humanos. O médico dinamarquês Eskild Petersen já dispõe de vacinas que aguardam apenas a liberação de organismos internacionais da área da saúde para aplicadar na população.

O estudo avaliou que o Sul do Brasil é o melhor lugar para a utilização da vacina, pois levantamentos indicam que as pessoas desta região se contaminam após os 12 anos de idade. A faixa etária seria então abaixo desta idade, evitando a cegueira causada pelo desenvolvimento da doença nesta população.

Conforme o médico Claudio Silveira, aproximadamente 2 milhões de pessoas que vivem em Erechim e entorno poderão se beneficiar no desenvolvimento da vacina. A Clínica Silveira - Centro de Referência de Toxoplasmose já atendeu mais de 10 mil pacientes com toxoplasmose ocular. Erechim foi um dos primeiros lugares do Brasil a tratar a doença de forma específica, com confirmação por exames laboratoriais.

Para que estas vacinas possam ser utilizadas em crianças serão necessárias ainda várias etapas como a aprovação de Comitês de Ética dos países europeus e do Brasil. Devido a importância deste estudo para a saúde pública, o trabalho foi indicado para concorrer ao Prêmio da revista inglesa British Journal of Ophthalmology, do British Medical Journal, em duas categorias: Research paper of the year e Getting Research into Practice.

Silveira também participou, como palestrante, do Congresso da Academia Americana de Oftalmologia, que ocorreu em São Francisco, quando abordou a toxoplasmose ocular, com o tema How to Treat Challenging Cases Caused by Atypical Strains.

Saiba mais sobre a Toxoplasmose

A toxoplasmose é causada pelo protozoário Toxoplasma Gondii transmitido pelas fezes dos gatos, água sem tratamento, verduras mal lavadas ou carnes cruas. Adquirida, pode determinar quadros variados, desde a ausência de sintomas até doença com manifestações graves. Outro dado alarmante é que 80% da população da região Sul do Brasil apresenta a forma crônica da doença e 20% dela tem a doença nos olhos.

Breve currículo de Cláudio Silveira

- Doutor em Medicina pela Universidade Federal de São Paulo- UNIFESP

- Especialista em Oftalmologia pelo CBO (Conselho Brasileiro de Oftalmologia)

- Prêmio CBO pelo trabalho : Toxoplasmose Ocular - Identificação de cistos de Toxoplasma gondii na retina de irmãos não gêmeos com diagnóstico de toxoplasmose ocular recidivante - primeiro caso mundial, no XXIV Congresso Brasileiro de Oftalmologia, Curitiba, PR. 5-8 Setembro, 1987.

- Diretor Clínico do Instituto Oftalmológico Dr. Silveira Ltda. Erechim - RS – Brasil

- Pesquisador chefe do Centro de Referência de Toxoplasmose de Erechim – RS

Atividades exercidas

- Presidente da SBU (Sociedade Brasileira de Uveítes) - Administração 1994/96

- Membro da Comissão de Prevenção da Cegueira e Reabilitação Visual – Gestão 2001/2002

- Membro do IUSG (The International Uveitis Study Group) desde 2004.

 

Procurar Convênios


Favoritos


Banner
Banner

Quem está ONLINE

Nós temos 101 visitantes online

Estatísticas

Membros : 124
Conteúdo : 482
Links da Web : 17
Visualizações de Conteúdo : 263117